publicidade

Bruno Becker se classifica para o Campeonato Parapan Americano e Mundial de Natação


Os resultados foram alcançados no fim de semana, no Open Caixa e etapa da World Series


Escrito em 29/04/2019


O nadador e paratleta da FMD Rio do Sul, Bruno Becker da Silva garantiu índices para representar a Seleção Brasileira de Natação no Campeonato Parapan Amerincano, em Lima, no Peru e o Campeonato Mundial da modalidade que acontece em Londres, em setembro. Os resultados foram alcançados no fim de semana, no Open Caixa de Natação e etapa da World Series, disputada em São Paulo, no Centro Paralímpico.

O atleta que treina no Esporte Clube Concórdia disputou cinco provas. Nos 50 metros nado costas ele ficou com a medalha de bronze, enquanto nos 50 metros nado borboleta veio uma prata. Nos 100 metros nado livre veio o primeiro índice pan-americano, alcançado com o tempo de 2min19s23. Nessa mesma categoria ele quebrou o recorde brasileiro e conquistou a medalha de ouro nas classes baixas.

Nos 50 metros nado livre veio outra medalha de prata com índice para o pan-americano, com o tempo de 1min07s9. Nos 200 metros nado livre veio outro índice pan-americano, além da vaga para o Mundial, com o tempo de 4min48s42, garantindo uma medalha de ouro nas classes baixas. No geral, ele terminou em terceiro.

O técnico do paratleta, Alan Helbok, destacou que agora a preparação segue para as competições com a Seleção Brasileira, já que o Parapan acontece entre os dias 23 de agosto a 1º de setembro e o mundial entre 9 a 15 de setembro. Ele também ressaltou os resultados históricos alcançados pelo paratleta.

“Foi muito emocionante, muitos não acreditavam que um dia chegaríamos a esse estágio. Agora é treinar e treinar para baixar ainda mais o tempo visando um pódio no Mundial. Estamos muito felizes com os resultados. É histórico para Rio do Sul”, comentou.

Bruno comentou que os resultados vieram depois de três anos de muito treino e planejamento, superando, em muitas vezes, a falta de apoio financeiro. Ele destacou que agora vai trabalhar para conquistar um pódio no Panamericano e Mundial de sua Classe, já que em 2018 ele foi o quarto melhor do ranking mundial e este ano com a computação dos índices torna-se o segundo melhor do ranking nos 200m livre.

“É um sonho para qualquer atleta representar seu país. Estou muito realizado, estamos conseguindo, passo a passo chegar onde sempre quis, que é participar dos Jogos Paraolímpicos, para isso preciso ficar entre as primeiras colocações do mundo em minha classe. Vou lutar muito por esse resultado, apesar de ainda sofrer desgastes motivacionais nos Correios e não possuir apoio financeiro, de patrocinadores, para manter equipe multidisciplinar, que muitos que estão na minha posição possui. Mas a alegria é ímpar”, falou.

Fonte: Arthur Hoffmann/Assessoria de Imprensa da FMD

Veja as fotos:

Fotos: Divulgação

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade