publicidade

Fesporte teve um ano muito bom, avalia Kowalski


Dirigente comemora momentos de destaque na temporada


Escrito em 12/12/2014


Dezembro, último mês de 2014, hora de avaliar as principais ações da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) durante o ano. Para o presidente da instituição, Marcelo Kowalski, 2014 foi um período de grandes realizações. “Durante os 5 meses que estou como presidente da Fesporte, acho que nossas ações esportivas foram bastante positivas. Tivemos, por exemplo, a melhor edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) dos últimos anos, com o público voltando aos ginásios e competições de bom nível técnico”, avalia o dirigente.

Kowalski enumera também outras ações que, segundo, ele, contribuíram  para que 2014 fosse considerado um ano positivo: “Com o apoio da Fesporte, Santa Catarina foi campeã da etapa nacional das Paralimpíadas Escolares superando Rio de Janeiro e São Paulo, o que fez nossa instituição a ganhar o Troféu Gustavo Kuerten de Excelência Esportiva", destaca.

Marcelo Kowalski relembra ainda outros momentos de destaque da Fesporte em 2014, como por exemplo:

– Criação do Troféu Amigo da Fesporte, que homenageou grandes esportistas catarinenses;

- Retomada da premiação com a medalha Rodolfo Sestrem, que em parceria com a Acesc e participação da imprensa esportiva tem o objetivo de premiar e reconhecer os atletas-destaque dos Jasc;

– Realização de seminários regionais esportivos com dirigentes municipais, cujas propostas nortearam o calendário esportivo da Fesporte para 2015;

- Elaboração antecipada do calendário esportivo da Fesporte, visando a melhor organização dos municípios nos eventos esportivos estaduais;

- Participação destacada de Santa Catarina, com apoio da Fesporte, nas etapas nacionais dos Jogos Escolares da Juventude 12 a 14  e 15 a 17 anos com um total de 74 medalhas para o Estado, rivalizando com Rio de Janeiro e São Paulo pelas primeiras colocações;

- Consolidação de eventos como Jogos Abertos de Santa Catarina da Terceira Idade (Jasti), Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) e Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc) ao ponto de o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro Andrew Parsons dizer no IV Congresso Paradesportivo Internacional, realizado recentemente em Florianópolis, que o Paradesporto de Santa Catarina é referência para o Brasil;

- Fortalecimento da parceria entre Fesporte e municípios na organização dos eventos esportivos;

- Distribuição de kits esportivos às escolas visando incentivar crianças e adolescentes a praticarem esporte na escola;

- Fortalecimento da marca Fesporte por meio do site e redes sociais oficiais da instituição (mais de 1,5 milhão de acessos durante o ano; 300 mil acessos apenas durante os Jogos Abertos de Santa Catarina).    

Para Marcelo Kowalski levando em consideração que grande parte do dos cinco meses em que está à frente da Fesporte foi dentro do período eleitoral e, portanto, com pouca margem financeira para gerenciar os projetos, as conquistas esportivas se tornaram ainda mais significativas.

“Gerenciar uma instituição como a Fesporte, que é responsável em organizar eventos esportivos por todo o Estado, não é fácil. Conseguimos nosso sucesso nos nossos eventos, graças ao empenho de nossos funcionários, dos nossos integradores esportivos e do apoio do governador Raimundo Colombo, que tem nos ajudado sempre neste trabalho árduo que é conduzir a política pública do esporte catarinense”, ressalta o presidente.

Fonte: Antonio Prado/Assessoria de Imprensa Fesporte

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade