publicidade

FCF e clubes assinaram TAC para o Catarinão


Clubes devem entregar nesta quinta-feira, 26, os laudos a Federação


Escrito em 26/12/2013


O novo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para o Campeonato Catarinense da Série A de 2014 está assinado. Na tarde do dia 17, na sede da SC Clubes, em Florianópolis, o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Pádua Peixoto Filho, juntamente com o presidente da SC Clubes, Wilfredo Brillinger, e os presidentes dos dez clubes da Série A assinaram o novo TAC, além dos promotores de Justiça do Ministério Público Estadual Eduardo Paladino e Marcelo Zanelatto.

O novo TAC vem sendo redigido desde o final do Campeonato Catarinense da Divisão Principal de 2013 e teve sua redação final aprovada última semana, após várias reuniões envolvendo as três instituições.

O principal objetivo do TAC é garantir a segurança do torcedor e evitar alguns problemas e percalços do Campeonato Catarinense 2013. O novo TAC possui dezesseis (16) páginas. O documento define as obrigações e as cláusulas penais a que estão sujeitos os clubes e a Federação Catarinense de Futebol caso o TAC seja descumprido.

Laudos

Os clubes terão até o dia 26 de dezembro para entregar os laudos à Federação Catarinense de Futebol. Os clubes precisam providenciar os laudos técnicos da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar, da Vigilância Sanitária e de Engenharia dos seus estádios, devidamente aprovados.

A Federação Catarinense de Futebol é Entidade responsável por aglutinar os laudos das dez equipes e terá até o dia 7 de janeiro para protocolar os mesmos no Ministério Público.

Como houve medidas paliativas em 2013, em 2014 os clubes que não cumprirem os prazos sofrerão penalidades. – Os clubes que não tiverem todos os laudos prontos no prazo acordado não poderão jogar em seus estádios e terão que mandar suas partidas em outra praça, afirmou o Presidente FCF, Dr. Delfim Peixoto Filho.

Juntamente o com os laudos, os clubes terão que preencher um formulário criado pelo Ministério Público para facilitar a compreensão da situação geral dos estádios de futebol em Santa Catarina.

Fonte: Com informações da Assessoria da Imprensa da FCF

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade