publicidade

Atacantes do Atlético brigam pela artilharia do Estadual


Matheus e Brasão são responsáveis por sete dos oito gols marcados pelo time


Escrito em 14/02/2014


A disputa pela artilharia no Atlético Hermann Aichinger, entre Matheus Guerreiro e Brasão, promete ser acirrada. Juntos eles são responsáveis por sete dos oito gols marcados pelo time de Ibirama (o outro foi de Rodrigo Couto). Contra o JEC, no sábado às 19h30 na Arena Joinville, eles pretendem ampliar o número, mas admitem que prioridade acima de tudo é conquistar a primeira vitória fora de casa. Na última temporada defendendo o Blumenau Esporte Clube (BEC) e o Inter, de Lages, no Campeonato Catarinense da Divisão de Acesso, os atacantes balançaram a rede 17 e 10 vezes, respectivamente.

Brasão brinca que Matheus Guerreiro está com quatro gols, um a mais do que ele, justamente porque atuou em todas as partidas. É que o ex-jogador do Atlético Paranaense, Santa Cruz (PE), entre outros clubes, foi expulso no domingo e cumpriu suspensão diante da Chapecoense. Brasão torce que Matheus seja o artilheiro até mesmo o que importa é que o Atlético se classifique para o quadrangular final. “Pode até ser o Maicon ou do Nei”, se referindo aos dois goleiros. A mesma opinião tem Matheus Guerreiro. Ele observa que o importante é a vitória do Atlético, independente de quem seja o autor dos gols. “A briga é pela vaga no quadrangular final e também no Brasileiro da Série D e depois vamos ver quem do grupo fica o artilheiro”.

Para a partida diante do JEC o técnico Giovani Nunes tem apenas uma dúvida. O volante Brenno sentiu desconforto muscular e segue fazendo tratamento intensivo. Caso ele não possa jogar, Marcelinho já liberado pelo Departamento Médico será o seu substituto. Com o retorno de Brasão, Cristian volta a atuar como meia-atacante, como ocorreu no empate com o Figueirense em 1 a 1. Marcelo Quilder se apresentou na quarta-feira e está treinando normalmente. O meia que já defendeu a equipe ibiramense em três temporadas está relacionado para a viagem, mesmo sem Nunes saber se a condição de jogo foi publicada no Boletim de Informação Diária (BID) da CBF.
 
ATLÉTICO/IB
Maicon; Gesiel, Jajá, Claiton e Cappa; Venna, Brenno (Marcelinho), Rodrigo Couto e Cristian; Matheus Guerreiro e Brasão. Técnico: Giovani Nunes.
Árbitro: Leandro Messina Perrone. Assistentes: Helton Nunes e Eli Alves.
Local: Arena Joinville
Horário: 19h30

Fonte: Com informações de Orlando Pereira/Imprensa CAHA

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade