publicidade

FMD Rio do Sul reativa a modalidade de bolão 16 feminino


A última vez que a modalidade participou do Jasc foi em 2012, em Caçador


Escrito em 18/02/2019


Mantendo a proposta de investir no bolão de Rio do Sul, a Fundação Municipal de Desportos (FMD) terá uma equipe de bolão 16 feminino em 2019. A modalidade será coordenada por Joana Wehmuth, que montará a equipe para as disputas dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e competições no estado.

A última vez que a modalidade participou da competição foi em 2012, nos Jasc realizado em Caçador. A proposta, segundo a coordenadora, é aproveitar a base da equipe do bolão 23, onde algumas atletas já praticavam a modalidade e outras vão começar a treinar nesta temporada. “A equipe vai treinar em pistas da região que possuem armadores para o bolão 16, além de participar de alguns torneios de preparação. Estamos bem contentes com essa oportunidade de fazer a modalidade crescer novamente”, comentou.

Jogando bolão 16 há sete anos, Joana tem extenso currículo na modalidade, competindo nos Jasc por Criciúma, Caçador, Blumenau e Itajaí. Além disso, já disputou campeonatos brasileiros e estaduais por Timbó, Indaial e Itajaí. Nos dois últimos anos competiu pela Sociedade Ginástica de Porto Alegre (Sogipa), onde conquistou premiações individuais, sendo duas vezes recordista e braço de ouro da disputa estadual.

O superintendente da FMD, Jeberton Fermino, acredita que a modalidade pode voltar a ser tradicional em Rio do Sul. “Quando a Joana nos apresentou a proposta, não pensamos duas vezes. O grupo do bolão feminino de Rio do Sul é muito unido e comprometido com a modalidade, sempre nos surpreende positivamente. Como a base dessa nova equipe é a mesma do bolão 23, acredito que podemos alcançar ótimos resultados”, comentou.

Convocação para o mundial


A atleta e futura técnica do bolão 16, Joana Wehmuth, está convocada para a seleção brasileira que vai disputar o mundial da modalidade em junho na Alemanha. Após disputar duas edições do Campeonato Brasileiro pelo Rio Grande do Sul em 2017, sendo campeã por equipes e terceiro lugar nas duplas, em 2018 vieram resultados ainda melhores na mesma competição. Além de outra conquista por equipes e na dupla mista, Joana foi campeã individual do brasileiro, resultando assim o destaque nacional e a convocação.

“Fiquei muito feliz pela convocação e para participar dessa competição que é muito importante para minha carreira, estou pedindo ajuda, já que o custo é muito alto. Estamos vendendo algumas rifas, que podem ser compradas entrando em contato com nosso grupo de bolão feminino”, comentou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade