publicidade

“Nunca ficamos plenamente satisfeitas”, destaca Rizzo


Líbero argentina afirma que time ainda pode melhorar. Nesta sexta-feira o adversário é o Pinheiros


Escrito em 18/02/2016


Já classificado para os playoffs da Superliga mas ainda envolvido em uma disputa pela quinta colocação, Rio do Sul/Equibrasil disputa nesta sexta-feira (19) a penúltima partida do returno contra o Pinheiros/Klar em São Paulo às 19h30. É o último compromisso das catarinenses fora de casa na fase classificatória antes da partida contra o Dentil/Praia Clube (MG), no dia 4 de março, às 20h30.

Em São Paulo, o técnico do time rio-sulense Spencer Lee quer aproveitar o bom momento que a equipe está tendo no campeonato para somar pontos na classificação. Com a meta da temporada já atingida por estar entre os oito primeiros, o novo desafio é ficar em quinto lugar, o que será um resultado ainda mais expressivo para o time que em cinco anos de história na Superliga esteve nos playoffs apenas uma vez.

+ Rio do Sul soma 34 vitórias em todas as Superligas;
+ “É competência. É trabalho duro”, afirma Spencer Lee;
+ “Fizemos um jogão”, destaca Mimi Sosa;
+ Rio do Sul/Equibrasil mostra força e volta ao 5° lugar;
+ Tabela completa do returno da Superliga Feminina 2015/16;
+ Classificação da Superliga Feminina 2015/16;

“Já estamos garantidos na sexta colocação e isso é motivo de muito orgulho para todos nós. Mas ninguém está totalmente feliz pois sabemos que ainda podemos melhorar tanto na quadra como na tabela”, explicou o treinador. Empatados em número de pontos com o Terracap/Brasília (DF), mas com duas vitórias a mais, Rio do Sul/Equibrasil terá que, no mínimo, conquistar o mesmo número de pontos que o adversário da capital federal nas duas últimas rodadas para manter-se em quinto lugar.

E se depender da vontade do elenco, o jogo contra o Pinheiros/Klar será de tanta dedicação quanto os anteriores. A líbero Tati Rizzo gosta do clima de expectativa para esta fase final e do permanente desafio que a equipe tem.

“Nunca ficamos plenamente satisfeitas. Analisamos o jogo passado e vemos quanto podemos melhorar ainda, mesmo vencendo um adversário difícil. Jogar em São Paulo será muito bom para colocarmos em prática nossos objetivos ao final do campeonato, pois precisamos manter a concentração e jogar com o nosso estilo guerreiro de sempre”, destacou a líbero argentina.



Fonte: Com informações de Clóvis Cuco/Assessoria Rio do Sul/Equibrasil

Veja as fotos:

Foto: Clóvis Cuco/Rio do Sul/Equibrasil
Publicidade
Publicidade
Publicidade