publicidade

Cruzeiro e Rio do Sul está adiado


De acordo com o presidente da LRF, Osmar Correa, o jogo não será neste domingo em Presidente Getúlio


Escrito em 22/11/2017


O presidente da Liga Riosulense de Futebol (LRF), Osmar Correa, informou que a partida de volta entre Cruzeiro e Rio do Sul pela decisão do Campeonato Regional de Futebol não será realizada neste domingo (26). Além disso, o duelo também não vai ocorrer no estádio Bernardo Muller, em Presidente Getúlio.

A decisão foi tomada em comum acordo com o comando do 13° Batalhão de Polícia Militar de Rio do Sul, que não fornecerá policiais para a partida no estádio getuliense, devido aos incidentes ocorridos na partida de ida, quando dois copos foram arremessados dentro de campo e os dirigentes da LRF foram pressionados pelos torcedores do Cruzeiro na saída do estádio.

“Seria necessário 15 policiais em Presidente Getúlio e devido aos incidentes no jogo em Rio do Sul, a PM já nos informou que não fornecerá efetivo”, afirmou.
O Cruzeiro, de acordo com o dirigente, já foi informado sobre a não realização da partida em Presidente Getúlio. “Conversei com o Mani [responsável pelo time getuliense] pela manhã e informei ele sobre a decisão […] O clube deverá nos informar um novo local para a realização do jogo em até cinco dias”, frisou. A Liga Riosulense trabalha com a possibilidade da partida acontecer no estádio da Baixada, em Ibirama.

Nesta quarta-feira (22), às 14h, uma coletiva de imprensa será realizada no Batalhão de Polícia Militar de Rio do Sul, onde estarão presentes o tenente-coronel Renato Abreu e os dirigentes da Liga Riosulense. De acordo com o regulamento, o presidente da LRF tem o direito de baixar um ato administrativo oferecendo a punição da perda do mando de campo antes mesmo do caso ir a julgamento na Comissão Disciplinar.

Cruzeiro se reunirá

O presidente do Cruzeiro, Odenilson Pereira, mais conhecido como Mani, confirmou à redação do DAV que não enviará representante à coletiva desta quarta-feira. “Eu estarei em viagem a Florianópolis e até pensamos em enviar alguém, porém, do que adianta a presença se a decisão já está tomada?”, destacou.

Toda uma programação especial estava sendo planejada, inclusive com homenagens a todos os presidentes dos clubes participantes desta edição. “Realizamos várias melhorias no estádio e inclusive seria a minha família que receberia a torcida de Rio do Sul. Não existe nenhum problema entre as torcidas e nunca houve incidentes em nosso estádio. Essa é uma decisão muito particular do presidente da LRF”, completou.

A direção do Cruzeiro se reunirá na noite desta quarta-feira para definir em comum acordo qual será a atitude do clube em relação ao caso.
Daniel dos Santos/Esporte Alto Vale

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade