publicidade

Guarani é punido com a perda do mando de campo na LRF


Comissão Disciplinar aplicou pena também a seis atletas do times


Escrito em 24/05/2018


A Comissão Disciplinar da Liga Riosulense de Futebol encerrou na noite desta quarta-feira (23) dois julgamentos de equipes e atletas referentes ao Campeonato Regional de Futebol de 2017. Um dos casos envolvia o time do Guarani e os incidentes ocorridos após a partida diante da CME de Lontras. Na ocasião houve briga entre os atletas e confusão com a arbitragem do confronto.

O clube do bairro Progresso foi punido com a perda de mando de campo em três jogos, além de não ter direito a receber o cheque de segurança. Já os atletas Tainan Cimardi, Fernando Sgaria, Cassiano F. da Silva e Julio C. M. D. Santos foram punidos com três jogos. Valmor S. Pacheco, Orli F. da Silva e Veroni F. da Silva (comissão técnica) estão suspensos por quatro partidas.

Ainda não está definido como a equipe de Rio do Sul cumprirá a pena da perda dos mandos de campo. Uma reunião entre o time e a Liga Riosulense deverá definir o local das partidas dos rio-sulenses enquanto a punição estiver em vigor.

Outro julgamento realizado foi devido aos incidentes no jogo entre Ponte Preta e Canto do Rio, que aconteceu em Otacílio Costa. Wendel T. Schlemper acabou punido com seis jogos, Alvin A. Matias com três e Fabio Maciel também com três.

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade