publicidade

Atlético perde e fica sem a vaga na Série D


Resultados ajudaram, mas clube grená não fez a sua parte


Escrito em 22/04/2013


O Atlético de Ibirama ficou sem calendário para o segundo semestre. O clube grená dependia da vaga no Campeonato Brasileiro da Série D para se manter na ativa no restante do ano. Porém, na tarde deste domingo (21), o time ibiramense perdeu para a Chapecoense por 1 a 0, na Arena Condá, e terminou sem a vaga na competição nacional.

A equipe de Ibirama precisava vencer e contar com no máximo o empate do Metropolitano, que ocorreu em Criciúma. Mas, o gol de Rodrigo Gral, aos 14 minutos do segundo tempo, culminou com a eliminação do time da competição e também da presença no Brasileiro.

O Atlético encerra a participação no Estadual com seis vitórias, seis empates e seis derrotas. No returno, o clube terminou na terceira colocação com 15 pontos. Já na geral, os ibiramenses encerram com 24 pontos na sétima posição. O Metrô, adversário direto na briga pela Série D, conquistou 26 pontos nos dois turnos.

Com 11 gols, o atacante Jean Carlos foi o artilheiro do time grená na competição.

>> Resultados da última rodada;
>> Classificação Completa do Estadual;

O jogo:

O Atlético dominou o primeiro tempo, criando várias oportunidades de gol, mas Nivaldo garantiu o 0 a 0. Na saída para o intervalo inclusive os jogadores da Chapecoenses foram vaiados.

Na etapa complementar a situação se inverteu. Foi o Verdão que não deu espaços. Aos 14min, Neném chutou na trave. Na sobra, Rodrigo Gral marcou o único gol do jogo, o primeiro na Arena Condá, desde novembro do ano passado. Os ibiramenses ficaram abalados e por pouco a Chapecoenses nos lances seguintes não ampliaram. Com o placar adverso e com a necessidade de ganhar, o técnico Mauro Ovelha colocou Rodrigo Pardal para dar mais força ofensiva, mas não deu certo. O treinador abriu mais, trocando Bruno por Santos. Para complicar ainda mais Badé recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

O técnico Mauro Ovelha destacou que não foi por falta de empenho que a vaga na quarta divisão do futebol brasileiro escapou. Ele observou que o Atlético começou o Estadual, o time demorando a se acertar. Tanto assim que da equipe que estreou contra o Avaí, apenas o goleiro Paulo Sérgio e o atacante Jean Carlos permaneceram como titulares nas 18 partidas.

“Não foi na derrota para a Chapecoense que perdemos a vaga, mas no empate com o Camboriú, em casa e no resultado negativo com o Guarani, em Palhoça”. Sem querer buscar outra justificativa, Ovelha observou que nas últimas partidas o volante Xipote e os atacantes Beto e Jean Carlos vinham jogando na base do sacrifício. Jean Carlos inclusive nem retornou com a delegação. Ele poderá ser submetido a cirurgia no joelho.

CHAPECOENSE (1)

Nivaldo, Fabiano, Rafael Lima, André Paulino e Fabinho Gaúcho; Wanderson, Paulinho Dias, Diego Felipe e Neném (Dudu); Rodrigo Gral (Soares) e Fabinho Alves (Bruno Rangel). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

ATLÉTICO-IB (0)

Paulo Sérgio, Raul, Alemão, Neguetti e Badé; Carlinhos Santos (Rodrigo Pardal), Xipote, Bruno (Santos) e Tiago Santos; Jean Carlos e Beto (Adriano). Técnico: Mauro Ovelha.

Árbitro:
Célio Amorim. Assistentes: Neuza Inês Back e Ângelo Rudimar Bechi.
Gol: Rodrigo Gral aos 14min no 2º tempo.
Cartões amarelos: Beto, Xipote e Carlinhos Santos (A).
Cartão vermelho: Badé (A)
Renda: R$ 41.720,00.  Público: 3.662,00
Local:
Arena Condá, em Chapecó.


Fonte: Texto com informações e fotos de Orlando Pereira/CAHA

Veja as fotos:

(Fotos: Orlando Pereira/CAHA)

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade