publicidade

Rio do Sul bate recorde de campeões em Estadual de Tênis


Pela primeira vez Esporte Clube Concórdia conquista quatro títulos em uma etapa


Escrito em 25/09/2018


Três dias de muito sol e calor marcaram a chegada da primavera e também a 6ª Etapa do Campeonato Estadual Frahm de Tênis por classes que foi realizado no final de semana dos dias 21 a 23 de setembro no Esporte Clube Concórdia (ECC) em Rio do Sul. Foram 21 categorias em disputa entre masculino e feminino, com quatro títulos para o município sede, um recorde.

“Nunca na história do Clube, tínhamos conquistado quatro títulos em uma só etapa. É um marco para o tênis rio-sulense e do Alto Vale. O torneio foi um sucesso e considerado por muitos atletas um dos melhores que Santa Catarina já teve”, ressaltou o diretor de tênis do ECC, Rafael Kirchner.

Jean Carlos Sabino, na categoria Principiante Masculino acima de 34 anos, Isabela Peglow Harthmann, na Principiante Feminino até 34 anos, Marcos Claudino Sampaio, na inciante até 34 anos e Gustavo Adrian Fux, na categoria 5ª Classe até 34 anos foram os campeões do Esporte Clube Concórdia.

“Foi o primeiro torneio Estadual que disputo, e a vontade de jogar e dar o máximo é intensa e a tensão de cada jogo foi diferente. Nenhum jogo foi fácil e nenhum deles comecei acima no placar, tive que recuperar sets perdidos e até sobreviver a match points, mas o importante foi ter o suporte da galera do ECC que me apoiaram em cada momento”, disse o campeão Gustavo Fux.

Já o vencedor da categoria PM2, Jean Sabino lembrou que, “a palavra é superação. Fiz a inscrição sem saber se teria condições de disputar o torneio em virtude de uma pequena cirurgia. Voltei a jogar apenas a dez dias do torneio, me esforcei muito para fazer bonito e o resultado foi além do que eu imaginei. Tinha quase certeza que não jogaria e acabei campeão!”

Daniel Dutra vence a 1ª Classe

Já entre os profissionais, venceu realmente aquele que tinha o melhor ranking. Daniel Dutra da Silva, número 10 do país, fez jogos excelentes e sagrou-se campeão da 1ª Classe, embolsando um cheque de R$ 4 mil de premiação.

No jogo final, Dutra teve dificuldades com a potência do saque de João Hisching, número 49 do Brasil. Do alto dos seus 2,05m João sacava e ia para a rede matar o ponto. No entanto, com paciência, Daniel Dutra da Silva conseguiu uma quebra de saque e partiu para a vitória por 6/3 no primeiro set. A história praticamente se repetiu no segundo set, João Hisching ainda conseguiu salvar quatro match points no 9º game, mas não conseguiu evitar a derrota.

“Fui muito bem recebido em Rio do Sul, o pessoal do Clube deu toda a atenção e demonstrou muito profissionalismo. Agora vou para Campinas para jogar o Qualificatório do Challenger com a confiança elevada após esse título aqui em Rio do Sul”, destacou Daniel Dutra.

Já o finalista João Hisching saiu satisfeito do torneio: “Olha, não posso reclamar pois fiz um jogo duro com um cara que tem muita bagagem no circuito mundial e é um dos grandes tenistas do Brasil. Saldo muito positivo no torneio, além de muito bem organizado”, finalizou Hisching.

A última etapa será disputada em Chapecó entre os dias 12 e 14 de outubro. É a última oportunidade para os tenistas buscarem pontos para a classificação entre os 8 melhores de cada categoria e disputarem a Copa Master em novembro.    

Fonte: Roberto Ribeiro/Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade