publicidade

Prefeitura e FMD de Rio do Sul cadastraram mais de R$ 6 milhões em projetos para o esporte


As maiores solicitações foram entregues pelo prefeito José Thomé no Ministério dos Esportes em suas viagens a Brasília


Escrito em 12/12/2018


O departamento de projetos da Fundação Municipal de Desportos (FMD) e o Departamento de Captação de Recursos e Projetos (DCRP) da Prefeitura de Rio do Sul, vinculado à Secretaria de Gestão de Governo (SEGOV), cadastraram em 2018 mais de R$ 6 milhões em projetos e solicitações para o esporte rio-sulense.

As maiores solicitações foram entregues pelo prefeito José Thomé no Ministério dos Esportes em suas viagens a Brasília. Entre elas, a construção de um novo ginásio de esportes no valor de R$ 4,3 milhões. No mesmo órgão, há solicitação de R$ 1 milhão para reforma do Ginásio Municipal Artenir Werner; R$ 900 mil para construção de uma piscina pública e R$ 600 mil para construção de um centro de treinamento para modalidades.

Também está cadastrado no Ministério o projeto Brincando com o Esporte, no valor de R$ 102.913,03, além do Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC), no valor de R$ 240.567,10.

Outros pedidos também foram encaminhados a Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte (SOL). Entre eles está um piso poliesportivo para o ginásio municipal, no valor de R$ 94.240,00, além de dois placares móveis que custam R$ 11.750,00. A FMD ainda solicitou kits esportivos a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte). No âmbito municipal, pediu R$ 14.879,00 ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) com recursos do Fundo da Infância e Adolescência (FIA) para aquisição de material esportivo.

Por ter sediado os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti), em maio, o município recebeu R$ 119.913,25, que foi utilizado no evento. A Fundação ainda solicitou dois veículos. Um ao Ministério Público de Rio do Sul e outro ao Ministério Público de Florianópolis. Além disso, o MP de Rio do Sul já cedeu uma Peugeot Partner por meio de um termo de sessão de uso. O veículo é utilizado nos eventos comunitários e nas competições da Fesporte.

“Estamos fazendo nossa parte como gestor de elaborar as propostas e cadastrar os projetos e ofícios. Um dia esperamos que nossos pleitos sejam atendidos, porque são muito importantes para a comunidade esportiva de Rio do Sul”, comentou o superintendente da FMD, Jeberton Fermino. 

Fonte: Arthur Hoffmann/Assessoria de Imprensa da FMD

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade