publicidade

Atlântico, de Ceccatto, vence o sobe na tabela da Liga Futsal


Equipe derrotou o Intelli/Orlândia em confronto de casa cheia


Escrito em 04/05/2013


O Atlântico APTI URI Erechim, do ala rio-sulense Ceccatto, conseguiu uma importante vitória na noite desta sexta-feira (3), em partida eletrizante contra a Intelli/Orlândia (SP) por 3 a 2 de virada. Pela quinta rodada da primeira fase da Liga Futsal, o time erechinense jogando em casa e com ginásio lotado, saiu perdendo, mas foi buscar o resultado.

Com o placar, o time de Erechim chegou aos 9 pontos e subiu para a quinta colocação da Liga Nacional, com duas vitórias e três empates. A Intelli, por sua vez, caiu para a segunda posição, já que o Corinthians em outro jogo da noite bateu o Carlos Barbosa em 5 a 3 e assumiu a ponta da tabela, com 14 pontos e o mesmo número de jogos.

Neste domingo (5/5), o Atlântico volta à quadra para mais um jogo pela Liga Futsal. O time joga novamente em casa, desta vez diante do Cia do Terno/Minas (MG). O jogo começa às 10h no Ginásio do CER Atlântico.

O próximo compromisso intelliano pela competição nacional é na próxima quarta-feira (08), em Orlândia, a partir das 20h15, diante do Concórdia, na reedição da decisão da Superliga deste ano.

Análises

Para o pivô Keké, o Atlântico conseguiu fazer uma boa partida diante da Intelli. “Foi excelente. Na primeira etapa poderíamos ter feito mais gols que nos garantiria uma tranquilidade maior no placar. Mas na etapa final pude marcar o meu gol e ajudar a equipe a conquistar a vitória. Temos que agradecer também esta bela torcida que veio para o ginásio, nos apoiou e desde já convocar para que estejam novamente presentes, pois eles nos ajudam muito”, destacou Keké.

Para Ceccatto, o time tem que manter o foco diante do Minas, neste domingo. “É importante manter-se concentrado, pois será um jogo tão ou mais difícil do que o de hoje (sexta)”, frisou o jogador.

O treinador Cigano elogiou a equipe. “Foi uma atuação maravilhosa do time. A equipe está vivendo um grande momento, crescendo e isso é muito importante. Bom também que eles estão conseguindo manter uma regularidade durante os jogos e isso ajuda na conquista dos resultados positivos”, frisou.

O jogo:

O primeiro tempo foi de muitas belas jogadas e chances de gol a todo instante. Na avaliação dos clubes, um dos melhores jogos desta edição da Liga até agora. Os primeiros minutos foram marcados pelo equilíbrio. Aos 8, Jé recebeu de costas para o gol e tocou para Caio - o camisa oito deu um leve toque em direção ao gol, a bola resvalou em Jones e enganou o arqueiro erechinense, morrendo nas redes do time da casa, 1 a 0.

Trinta segundos depois, Keké acertou um chute forte, Guitta fez uma defesa extraordinária mas na bola rebatida Alemão aproveitou para empatar o marcador, 1 a 1. Aos 9, as insistentes chances criadas dos dois lados tiveram um resultado, e para o lado gaúcho. Zico, em uma jogada individual, deixou seu marcador para trás e bateu firme no canto direito de Guitta para virar o placar.

Os últimos dois minutos foram de pressão da Intelli contra o gol de Gaúcho. Vinicius, Jé, Caio e Ciço acertaram a trave do Atlântico e nos últimos segundos voltaram a ameaçar em um chute forte de Jé, que o goleiro espalmou para escanteio, garantindo a vitória parcial dos donos da casa por 2 a 1.

A proposta da Intelli era voltar pressionando, assim como foi nos últimos minutos do primeiro tempo, mas o Atlântico precisou de apenas 12 segundos para fazer o terceiro: em um ataque rápido pela direita, Cecatto chutou, Guitta defendeu e no rebote Keké empurrou para a rede, fazendo 3 a 1.

Na frente do marcador, a equipe da casa se recuou. O técnico Cidão avançou o goleiro Guitta, ampliando o poder de ataque de sua equipe, mas, bem postada na defesa, o Atlântico conseguiu impedir o segundo gol paulista até a metade do tempo final. Aos 31 os gaúchos fizeram falta, Vinicius viu Ciço chegando pela esquerda e cobrou rápido, o fixo bateu por entre as pernas do arqueiro adversário e diminuiu a contagem, 3 a 2.

Restando quatro minutos para o fim Cidão passou a se utilizar de Vinicius na função de goleiro linha e apesar de criar algumas chances o gol não aconteceu.

Fonte: Texto com informações da Assessoria de Imprensa da CBFS e dos Clubes

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade