publicidade

Após polêmica, Rio do Sul enfrenta o Pinheiros


Em meio a turbulência, equipe tenta reencontrar o caminho das vitórias


Escrito em 12/12/2013


Com todo o desgaste nos bastidores causado pela troca de “farpas” entre o técnico Rogério Portela e o superintendente da Fundação Municipal de Desportos de Rio do Sul, Eduardo Marzall, a equipe rio-sulense terá que entrar em quadra pela Superliga Feminina 13/14. Na noite desta sexta-feira, às 19h30, o adversário é o Pinheiros, no ginásio Henrique Villa Boin, em São Paulo.

Com apenas uma vitória em nove partidas disputadas, as representantes de Santa Catarina terão a difícil missão de tentar derrotar as paulistas que estão entre as primeiras da tabela. Com seis resultados positivos e apenas três derrotadas, o Pinheiros está no 4º lugar e conta no elenco com Ellen e Ananda, ex-atletas de Rio do Sul. Na última rodada, as paulistas venceram em casa o Maranhã por 3 sets a 0.

Já a equipe de Rio do Sul chega ao duelo em São Paulo em meio à crise de vitórias e nos bastidores. Descontente com a falta de divulgação dos jogos em casa, e que isso estaria resultando na falta de público no ginásio, o técnico Rogério Portela reclamou após a derrota para o São Bernardo (AQUI). Sobrou até para as jogadoras. Segundo o treinador, as atletas que estão na capital do Alto Vale estavam na equipe que terminou a Superliga passada na lanterna e assim evidenciou ainda mais as carências do elenco.

Em contrapartida, o superintende da Fundação de Desportos, Eduardo Marzall, rebateu as declarações do técnico em entrevista a Rádio Difusora de Rio do Sul (AQUI). Na fala, o dirigente não poupou palavras e chegou a afirmar que no momento a permanência de Portela não interessaria. Apesar de toda a polêmica, a equipe e a comissão técnica viajaram normalmente para São Paulo onde permanecem até a próxima quarta-feira, pois um dia antes o time terá pela frente o São Caetano, no ABC Paulista.



“Temos muita energia e pensamentos positivo”, afirma Arianne

Depois da derrota na última terça-feira para o São Bernardo em Santa Catarina, o time voltou a treinar no dia seguinte com o objetivo de melhorar os aspectos que tem causado problemas nos últimos jogos da competição nacional, como o passe. O técnico Rogério Portela tem estudado alternativas para tentar superar a equipe do Pinheiros, que faz uma Superliga surpreendente, estando na quarta colocação, enquanto as rio-sulenses estão em 12º.

Portela salienta que gostou de alguns detalhes do jogo contra o São Bernardo, como a atuação da líbero Marcinha, que até então vinha na reserva. Só que ele sabe os pontos na defesa que deram certo no jogo passado, precisam ser ainda mais eficientes, já que o Pinheiros tem um ataque muito forte. “Nosso bloqueio terá que funcionar melhor e a nossa variação de jogo com as levantadoras também precisa estar mais concentrado. O Pinheiros faz uma Superliga muito boa e joga de igual para igual contra as grandes equipes nesta temporada”.

Para a oposta Arianne, mesmo com uma situação ruim na tabela de classificação, o time tem se motivado a continuar com ambição. “Infelizmente viemos de quatro derrotas e isso não é bom pra nenhum time. Mas já nos fechamos, continuamos treinando muito pesado todos os dias e estudando bastante também. A disposição e alegria do time são visíveis e nós vamos fazer um grande jogo a. Estamos dispostas a isso. Temos muita energia e pensamentos positivo”, declarou a jogadora mineira.

+ Demais resultados e tabela completa;
+ Classificação atualizada da Superliga;


Fonte: Texto de Daniel dos Santos com informações de Clóvis Cuco/Vôlei RDS

Veja as fotos:

Rio do Sul duela com o Pinheiros em SP (Foto: Daniel dos Santos)

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade