publicidade

Rio do Sul não segura o Pinheiros e perde mais uma


Time do Alto Vale continua com apenas uma vitória na Superliga


Escrito em 13/12/2013


Contra a boa equipe do Pinheiros, a equipe de Rio do Sul (Equibrasil) amargou a 5ª derrota seguida na Superliga Feminina 13/14. Em São Paulo, no ginásio Henrique Villaboin, as rio-sulenses foram superadas pelas donas da casa por 3 sets a 0, com parciais de 21/10, 21/17 e 21/17, em pouco mais de 1h15 de partida. O duelo foi válido pela 10ª rodada do turno.

Com o resultado, a equipe do Alto Vale segue com apenas uma vitória na competição, enquanto as paulistas somaram o sétimo resultado positivo e continuam entre os líderes. Andréia, do Pinheiros, foi a maior pontuadora da partida com 13 acertos. Em Rio do Sul se destacaram Natiele e Cissa com 10 e 9 pontos, respectivamente.

As rio-sulenses não voltarão ao Alto Vale. O time continuará em São Paulo onde jogará pela Superliga na terça-feira (17). O grupo comandado pelo técnico Rogério Portela enfrenta o São Caetano/São Cristovão Saúde, às 20h30, no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul. Já o Pinheiros vai até o Maranhão, no mesmo dia, jogar com as donos da casa.

O jogo:

O primeiro set foi fácil para o Pinheiros que logo abriu 7 a 1 e em menos de 20 minutos fechou a parcial em 21 a 10. No segundo set o jogo ficou mais equilibrado e chegou a estar empatado em 8 a 8. Em seguida, as paulistas dominaram o placar e chegaram a ter 16 a 12. Mas as rio-sulenses reagiram e encostaram (18 a 17). Porém, após pedido de tempo do técnico mandante, o Pinheiros marcou três pontos seguidos e fechou em 21 a 18.

Já na terceira parcial, as paulistas seguiram no comando do placar e abriram 7 a 4. As rio-sulenses reagiram e empataram em 11 a 11. O set seguiu equilibrado e no segundo tempo técnico o Pinheiros abriu dois pontos: 14 a 12. As donas da casa, na sequência, abriram 16 a 13 e o técnico Rogério Portela pediu tempo. Apesar da pausa, a equipe de Rio do Sul viu em seguida as paulistas fecharam o duelo com uma vitória por 21 a 17.

Para o técnico Rogério Portela, a linha de passe da equipe rio-sulense melhorou bastante em relação aos jogos passados, mas o time esbarrou justamente no poder de ataque do time paulista. Ele destacou que todo o time teve dedicação grande no jogo, mas que o Pinheiros foi superior. “Nós tivemos bons momentos no jogo e foi bom ver as meninas empolgadas e jogando pra cima. Mas nosso adversário foi consistente, errou muito pouco, e seguramente continua como um dos grandes favoritos para chegar às finais da Superliga”, salientou.

+ Demais resultados e tabela completa;
+ Classificação atualizada da Superliga;


PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade