publicidade

Rio do Sul corre o risco de não jogar final em casa


Equipe foi punida nesta segunda-feira com a perde de 1 mando de quadra


Escrito em 17/12/2013


Na noite desta segunda-feira (16), a equipe de futsal de Rio do Sul foi julgada no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SC) pelos incidentes ocorridos na partida do returno diante do Caça e Tiro de Lages. No duelo, que ocorreu no dia 12 de novembro no ginásio do SESI, o policiamento chegou atrasado e um torcedor, durante o duelo, agrediu o juiz Fabiano dos Santos.

No julgamento, os rio-sulenses foram absolvidos em dois artigos (191 e 211) que se referiam ao atraso do policiamento, na ocasião feito pela Guarda Municipal. Já devido à agressão do torcedor (art. 213), o clube foi punido com uma multa de R$ 750 e a perda de um mando de quadra.

Com a classificação para a final e o jogo de volta marcado para Rio do Sul, a Fundação Municipal de Desportos já trabalha para solicitar o mais rápido possível um efeito suspensivo e a pena seja cumprida só na próxima temporada. Porém, caso o pedido seja negado, o duelo não ocorrerá na capital do Alto Vale.

- Abaixo a decisão do TJD-SC:




PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade