publicidade

Técnico Portela gostou da atuação de Rio do Sul


Comandante afirmou que as rio-sulenses deram o “sangue” em quadra


Escrito em 25/01/2014


Jogando em Campinas, o Vôlei Amil derrotou Rio do Sul/Equibrasil por 3 sets a 0 (28/26, 21/13 e 21/15) na noite desta sexta-feira pela Superliga Feminina. Ao final do jogo, apesar do revés, o técnico Rogério Portela foi só elogios para o time rio-sulense. “Deram o sangue o tempo todo. Foi muito brigado. Eu gosto muito de ver o time com essa postura, mesmo contra um adversário tão forte”.

Para o treinador, as meninas tiveram uma tranquilidade nunca antes vista, principalmente no 2º set, quando o time perdia de 11 a 0 e buscou marcar pontos para tentar reagir. “Esses momentos são decisivos. Percebi que elas não baixaram a cabeça e foram intensas durante o restante do jogo. Mesmo perdendo de um time tão bom, é bom perceber essa forma de jogar delas”, observou Portela.

Ele só lamentou que ao longo do jogo, muitos erros aconteceram, o que é até mesmo natural, já que contra adversários muito mais fortes, é preciso forçar mais algumas jogadas. Mesmo com a derrota, o time catarinense continua em 13º lugar no campeonato, pelo menos até este sábado, já que o Maranhão Vôlei joga contra Brasília, às 18h, na capital federal. Se Maranhão marcar três pontos neste jogo, ultrapassa Rio do Sul e deixa o time catarinense na última colocação da Superliga.

Cheio de emoção, Rio do Sul quase levou o 1º set

O jogo começou com o time da casa inspirado, abrindo logo quatro pontos enquanto Rio do Sul permanecia zerado. Aos poucos, as meninas de Santa Catarina foram se soltando e conseguiram esboçar alguma reação, mas sempre com o time campineiro à frente no placar. Quando o Vôlei Amil iria fechar o set, Rio do Sul se impôs de uma forma extraordinária e empatou o jogo com Priscila vindo do banco e marcando cinco pontos. A partida foi avançando até que o Amil marcasse 28 pontos.

Só que no 2º set, se Rio do Sul prometia fazer um embate de grande qualidade contra o Vôlei Amil, perdeu completamente o pique. O Amil saiu no placar com 11 a 0 aproveitando muito bem os contra-ataques. Marcando alguns pontos com a oposta Arianne, Rio do Sul saiu do 0 e iniciou uma difícil campanha pela recuperação no set. Só que do outro lado, Carol Gattaz, Tandara e companhia levaram tranquilamente a grande margem de pontos até o fim do set.

Em um ritmo menos acelerado como no set anterior, mas sem baixar a guarda, o Vôlei Amil novamente abriu o placar e administrou boa margem de pontos sobre Rio do Sul. Natália foi o nome da parcial, marcando sete vezes, confirmando a boa fase do time comandado por José Roberto Guimarães na briga pelas primeiras colocações na Superliga.

Rio do Sul enfrenta o Molico/Nestlé na segunda-feira

O reencontro do time Rio do Sul/Equibrasil com o torcedor catarinense será na segunda-feira, às 19h, em jogo contra o Molico/Nestlé (SP), pela quarta rodada do returno da Superliga. A partida será no ginásio Artenir Werner no bairro Canoas e ainda há ingressos disponíveis para assistir ao confronto.

A entrada antecipada pode ser adquirida em oito pontos de venda espalhados pela cidade por R$ 12. Na hora do jogo, se ainda disponível, a entrada custa R$ 15. A partida terá transmissão ao vivo pelo canal de tv por assinatura Sportv.

A equipe do Osasco é o atual líder da Superliga com 15 vitórias em 15 jogos. Comandadas pelo técnico Luizomar de Moura, o time de Osasco (SP), o time é formado por diversas jogadoras de destaque, como Fabiola, Thaisa, Sheilla, Adenisia, Camila Brait, a italiana Caterina e a Sérvia Sanja.

Locais de venda de ingressos em Rio do Sul

- Fundação Municipal de Desportos
- Vida Ativa
- Lourival Esportes
- Nikel Esportes
- Postos R4
- Raissa Sorvetes
- Academia Tempus – Rua 7 de Setembro


Com informações de Clóvis Cuco/Imprensa Vôlei Rio do Sul

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade