publicidade

Rio do Sul enfrenta o Brasília nesta segunda-feira


Temperatura de até 44 graus no ginásio do Sesi prejudicaram os treinamentos da equipe na última semana


Escrito em 10/02/2014


O jogo entre Rio do Sul/Equibrasil e Brasília Vôlei (DF), pela Superliga Feminina será nesta segunda-feira (10), às 18h45, no ginásio do Sesi, que fica no bairro Canta Galo na capital do Alto Vale. Ainda há ingressos disponíveis para este jogo ao preço de R$ 12 em pontos de venda pela cidade e R$ 15 na bilheteria antes do jogo. A partida terá transmissão ao vivo pelo canal de TV por assinatura Sportv.

O técnico do time rio-sulense, Rogério Portela, dificilmente poderá contar com a oposta Arianne, que se recupera de uma alergia no braço esquerdo. Ao mesmo tempo, no time de Brasília, o técnico Sérgio Negrão também poderá ter que abrir mão de uma de suas principais jogadoras para esta partida. A central norte-americana Dani Scott teve objetos pessoais e documentos roubados na quinta-feira e a diretoria do clube temia que a atleta tivesse dificuldade em embarcar para Santa Catarina por conta da falta dos documentos pessoais.

E mais uma dificuldade deve prevalecer neste embate da Superliga, só que deve atingir ambas as equipes. O forte calor que vem fazendo em Santa Catarina e em várias regiões do país nas últimas semanas tem prejudicado demais as atividades em Rio do Sul. Com horário de treinos revisto por conta do uso compartilhado do Sesi, as meninas passaram por situações em que a temperatura dentro do ginásio chegou a bater os 44 graus.

“Com o calor a gente precisa se hidratar bastante e tem um desgaste maior. Temos nos esforçado muito nos últimos dias para treinar, mas é uma situação muito incômoda. E sabemos que a dificuldade no jogo será para ambas as equipes”, alertou a oposta Ciça de Rio do Sul. Como o jogo será às 18h45 e a previsão do tempo indica temperatura máxima de 38 graus na segunda-feira, o calor ainda deve incomodar no início da noite, quando a partida será realizada.

Uma alternativa do time catarinense foi a mudança do horário dos treinos da manhã, sendo iniciado por volta das 8h. Mas no período da tarde, não há como fugir do desconforto do calor. “As meninas sentem muito e isso é uma situação bastante difícil. Precisamos treinar forte para um jogo tão importante nesta segunda-feira, mas também precisamos ter cuidado com a saúde delas”, observou Portela.
 
Adversário ganhou o primeiro jogo no turno da Superliga

O time Brasília Vôlei (DF) faz nesta temporada a sua estreia na Superliga. E o projeto criado na capital federal já começou com grandes nomes do voleibol nacional, como as pontas Paula Pequeno, Érika Coimbra e a oposta Elisângela, todas com passagem de grande destaque pela seleção brasileira. Elisângela, por exemplo, é a recordista de pontos da Superliga Feminina.

Na partida do turno em novembro do ano passado, Brasília e Rio do Sul/Equibrasil se enfrentaram na capital federal e o resultado foi de 3 sets a 1 para as donas da casa. “É um time muito bom, com jogadoras experientes e vieram crescendo na competição em ritmo e também em resultados. Nosso saque vai ter que entrar bem e temos que aproveitar ao máximo os contra-ataques para buscar um bom resultado nesta partida”, observou Rogério Portela. Enquanto Rio do Sul/Equibrasil é o 13º colocado na classificação, Brasília Vôlei (DF) vem em sétimo lugar.
 
Pontos de venda de ingressos

Fundação Municipal de Desportos
Vida Ativa
Lourival Esportes
Nikel Sports
Postos R4 – Avenidas Ivo Silveira e Oscar Barcelos
Raissa Sorvetes
Academia Tempus – Rua 7 de Setembro

Com informações e foto de Clóvis Cuco/Imprensa Vôlei RDS

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade