publicidade

Rio do Sul perde para o Praia Clube


Equipe do Alto Vale fez dois bons sets e chegou até a vencer um, mas no final as mineiras confirmaram a vitória


Escrito em 11/01/2013


Mesmo sem a cubana Herrera, maior pontuadora da Superliga do outro lado, pois está machucada, a equipe Rio do Sul/Equibrasil não conseguiu parar o Banana Boat/Praia Clube na última rodada do turno da Superliga Feminina. Em Uberlândia, na noite desta sexta-feira (11), as riossulenses perderam por 3 sets a 1 (25/17, 23/25, 25/15 e 25/22), em quase duas horas de partida.

Com a derrota, a equipe do Alto Vale termina o turno na 9ª colocação da classificação geral com seis pontos. Já o Praia Clube chega aos 22 pontos e assume o segundo lugar, atrás apenas da Unilever, que venceu o Sollys/Nestlé por 3 sets a 2, e tem o mesmo número de pontos, mas leva vantagem nos critérios desempate. O Osasco caiu para terceiro agora com 21. O Amil é o quarto com 20 e o SESI o terceiro com 16.

Neneca, de Rio do Sul, foi a maior pontuadora com 18 pontos. E a central Angélica, do time mineiro, ficou com o Troféu VivaVôlei. No time riossulense ainda se destacaram Vanessa e Wime com 13 e 12 pontos, respectivamente. Porém, a equipe foi bloqueada 18 vezes pelas adversárias, enquanto em apenas setes vezes o ataque do Praia foi parado.

A próxima partida da equipe comandada pelo técnico Rogério Portela será na próxima terça-feira (15), às 20h15, contra Usiminas/Minas, no ginásio Municipal Artenir Werner. O adversário, outro mineiro na Superliga, também chegará ao duelo precisando de recuperação após perder em casa para o Vôlei Amil, de Campinas, por 3 sets a 0 (25/20, 25/20 e 25/23). Os ingressos para a partida já estão à venda por R$ 10 na Vida Ativa, Lourival Esportes, Nikel Sports, Postos R4 e na secretaria da Fundação de Desportos. Na hora do jogo o ingresso custa R$ 12. No primeiro jogo em novembro, as mineiras levaram a melhor e venceram por 3 sets a 0.


O jogo:

O Praia Clube começou a partida com tudo e logo abriu 4 a 0. As riossulenses até tentaram reagir, porém no primeiro tempo técnico as mineiras venciam por 8 a 4. Mesmo com a pausa para conversar com o técnico Rogério Portela, as visitantes não conseguiram encostar e ainda viram as anfitriãs aumentarem para 16 a 9, no segundo tempo obrigatório. Sem deixar o ritmo cair, o time de Uberlândia se manteve firme e fechou o set em 25 a 17.

Na segunda parcial, o duelo começou bem mais equilibrado e os dois times se intercalaram na frente do marcador. No primeiro tempo técnico o Praia fez 8 a 7. O duelo seguiu bem disputado até o 10 a 9, porém as mineiras apertaram e chegaram a fazer 14 a 11. No segundo tempo técnico, as mandantes marcaram 16 a 12. Depois da pausa, as riossulenses iniciaram uma grande reação e viraram o marcador para 19 a 18. As visitantes seguiram concentradas e conseguiram uma boa vantagem no 22 a 20. As mineiras até deixaram tudo igual, mas o time do Alto Vale fechou logo depois em 25 a 23. Destaque no set para o ataque de Rio do Sul que somou 17 pontos, além de quatro no bloqueio.

Banana Boat reage após perder set

Quem pensou que o Praia Clube sentiria o revés se enganou. Logo na primeira parada técnica do terceiro set as mineiras já tinham 8 a 2. A equipe adversária não tirou o pé e conseguiu abrir ainda mais com 14 a 6 e na sequência 16 a 7. E o ritmo não caiu e o time do treinador Spencer Lee fechou o set em 25 a 15.

A quarto parcial iniciou como a segund e os dois times se intercalaram do ponto a ponto no placar e o Banana Boat chegou na frente no tempo técnico: 8 a 7. Após a parada, a equipe de Rio do Sul conseguiu uma sequência de três pontos seguidos e virou o placar (10-8). As mandantes, sem querer deixar o adversário abrir vantagem, trataram de igualar em 10 a 10. Com uma nova sequência de troca de pontos, o Praia Clube voltou a estar na frente na segunda parada obrigatória: 16 a 15. Depois da pausa as mineiras abriram três pontos e chegaram a ter 23 a 20. As riossulenses ainda reagiram com dois pontos, mas as mineiras fecharam o duelo com 25 a 22.

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade