publicidade

Rio do Sul precisa vencer para ficar com o título


Quem ganhar no tempo normal é o campeão. Na prorrogação a vantagem é dos lageanos


Escrito em 02/12/2014


Depois do empate na primeira partida da decisão da Taça Catarinense, o Rio do Sul Futsal/FMD/Pamplona terá que vencer pelo menos uma vez o Caça e Tiro/Honolulu/FME nesta terça-feira. No tempo normal ou na prorrogação, a equipe do Alto Vale precisa de um resultado positivo para ficar com a taça na casa do adversário, o ginásio Jones Minosso. O duelo inicia às 20h15.

Com o confronto igual após o primeiro jogo, os dois times podem decidir o título na prorrogação caso a partida volte a terminar empatada. No tempo extra, a vantagem de jogar pela igualdade é dos lageanos e os rio-sulenses terão que vencer. Quem ganhar nos 40min iniciais será o campeão e ainda ganhará o direito de disputar a Supercopa Catarinense com a Krona. A disputa vale uma vaga na Taça Brasil de 2015.

Para a partida de volta, o técnico Egídio da Rosa Beckhauser tem todos os jogadores a disposição. Apenas o fixo Pablo, com uma lesão no joelho está fora. “Sabemos da força do time de Lages, porém nós temos total possibilidade de ir lá e buscar o título”, afirmou Beckhauser após o jogo de ida. Nesta temporada, a equipe de Rio do Sul já venceu o Caça e Tiro no Jones Minosso ao aplicar 4 a 2 no dia 5 de abril pelo Campeonato Estadual.

Arbitragem:

Árbitro 1 Jefferson Eduardo Cabral
Árbitro 2 Oscar Calheiros Cruz Filho
Anotador Wilmar Manoel Silveira
Cronometrista Taise De Cassia Fernandes Da Silva
Representante Wilmar Manoel Silveira
 

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade