publicidade

#Jesc: Alunos indígenas participaram em Timbó


Escola de José Boiteux disputou o handebol e o xadrez


Escrito em 08/06/2015


O ditado popular que diz que o importante é participar personifica perfeitamente o time de handebol masculino da Escola Estadual João Bonelli, do município de José Boiteux, que disputa a etapa Leste-Norte dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) para estudantes de 12 a 14 anos em Timbó.

Em três partidas disputadas foram duas derrotas e uma vitória por WO e a desclassificação no torneio já esperada. Mas a tristeza, que poderia se abater em uma equipe derrotada, se transformou em alegria. Participar do torneio por si só fora considerado uma vitória para os 13 estudantes que formam a equipe.

Até aí nada de anormal para um time que disputa pela primeira vez um torneio. O que não é normal é saber que o time é constituído por descendentes de indígenas. “Gostei muito desta experiência de poder participar de uns jogos escolares. É a primeira vez que saio da minha cidade. Foi bem legal, pois além de jogar conheci uma cidade nova e fiz novos amigos”, diz Alexandre Moncanan Patte Copaga, que é jogador do time e índio Xokleng.

- Leia também:
#Jesc: Colégio de Imbuia é vice no futsal feminino;
#Jesc: Primeiras medalhas para o Alto Vale no Regional;


Além dele 95% da equipe é formada por essa etnia indígena misturada com os índios Guaranis e Kaingang. Assim, nomes como Djenison Tchuvai Pripa Mongconan,  Gerson Pantxe ou Júnior Kaue Cutia, pode até parecer estranho para a mesa de arbitragem, mas para eles, que convivem no dia a dia, é mais que natural.

As duas derrotas foram para o Colégio Sagrada Família, de Blumenau, por 23 a 6 e para a Escola Estadual Prefeita Erna Heidrich, de Taió, por 6 a 5. A vitória de WO foi contra a Escola Municipal Maurício Germer, de Timbó. Para Renan Zorkin Morlo, artilheiro do time com seis gols, a experiência de participar dos Jogos Escolares em Timbó foi incrível: “O máximo que eu tinha viajado em minha vida era de José Boiteux até Presidente Getúlio (distante 12 km uma da outra). E com os Jesc pude participar de um torneio de handebol e conhecer Timbó, que é uma cidade muito bonita”, disse o artilheiro.

Além do handebol a Escola Estadual João Bonelli, de José Boiteux participou do xadrez feminino coma descendente indígena (mãe índia e pai branco) Thailane Kanada Tshatga Teie, que terminou a competição em 17º lugar entre 40 competidores. A etapa Leste-Norte dos Jogos Escolares de Santa Catarina são uma promoção do Governo do Estado por meio da Fesporte em parceria com a Prefeitura de Timbó.



Fonte: Antonio Prado/Imprensa Fesporte

Veja as fotos:

Foto: Antonio Prado/Fesporte

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade