publicidade

Pista de Bicicross será reativada em Rio do Sul


Obras começam em julho e em outubro o local recebe competição oficial


Escrito em 17/06/2015


Em uma parceria entre o Clube Riosulense de Bicicross e a prefeitura de Rio do Sul, a pista será reativada e logo a comunidade poderá ver disputas e saltos no novo traçado do local. A nova diretoria do clube começou a trabalhar na pista, recuperaram o “gate” de largada e agora a prefeitura se envolveu para executar a reforma.

Pela prefeitura, a Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul, o Gabinete e a Secretaria de Obras irão tocar a obra. Diversas alterações estão sendo feitas, inclusive a mudança de traçado, que vai deixar a pista dentro das especificações exigidas pela Confederação Brasileira de Ciclismo. Além disso, será realizada a pintura do local, reformas dos banheiros, cozinha e do ponto de largada.

O chefe de gabinete, Eduardo Schulze ressaltou a importância do poder público na realização da obra. “Essa pista foi uma grande conquista para a cidade na época de sua concepção, então nada mais justo do que investirmos em um esforço conjunto para a reativação da pista. Rio do Sul já foi referência no bicicross e não podemos deixar de continuar incentivando os praticantes da modalidade”.

O Clube Riosulense de Bicicross está em processo de atualização da diretoria e Rodrigo Fernandes deve assumir a presidência nos próximos dias. Ele inicialmente começou a reestruturação da pista e logo entrou em contato com a direção da FMD para solucionar problemas maiores.

“Começamos conseguindo recursos para consertar o “gate” de largada, que era o principal problema. Agora que o colocamos em funcionamento fizemos o contato com a FMD, e logo fomos atendidos. Nosso objetivo é construir parcerias e fazendo nossa parte e o governo fazendo a sua tudo vai dar certo. Com esse pensamento vamos conseguir da o devido valor que o bicicross merece em Rio do Sul”, destacou Fernandes.

Além de Rodrigo Fernandes, Vanderlei Luiz Ossemer, membro da diretoria do clube e o atleta Rafael Toledo, o Grilo, vão auxiliar os trabalhadores da secretaria de obras na moldagem dos obstáculos da pista, já que há a necessidade de conhecimento técnico da modalidade para refazer o trajeto e os locais para saltos.

O superintendente da FMD, Eduardo Marzall lembrou que tudo começa pelos atletas e agora, com novos objetivos, vale a pena investir na pista. “Só para se ter uma ideia, a nova diretoria já está encaminhando inclusive atletas para representar Rio do Sul nos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, então, como estamos vendo uma possibilidade importante de pessoas para desenvolver a modalidade, conseguimos encontrar uma forma de ajudar. Com esse esforço coletivo, logo teremos grandes atletas e competições em nossa cidade”, afirmou.

Rodrigo Fernandes já encaminhou a solicitação para a FMD, para que seja realizada uma etapa do Campeonato Catarinense de BMX em Rio do Sul. A data ainda não está confirmada, mas deverá ser realizada em outubro.

Fonte: Roberto Ribeiro/Assessoria de Comunicação/FMD

Veja as fotos:

Foto: Roberto Ribeiro/FMD

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade