publicidade

Rio do Sul perde em sets diretos para o Praia


Equipe tenta equilibrar, mas acaba derrotada em Uberlândia (MG)


Escrito em 26/11/2016


Na semana dedicada aos times mineiros, Rio do Sul entrou em quadra nesta sexta-feira (25) para tentar buscar um resultado positivo diante do Dentil/Praia Clube na cidade de Uberlândia (MG). Depois de lutar muito até o final mas ficar com a derrota no tie-break diante do Camponesa/Minas no início da semana em casa, as catarinenses um desafio ainda mais difícil contra o vice-líder do campeonato no Triângulo Mineiro.

As catarinenses acabaram derrotadas por 3 sets a 0 (25/21, 25/21 e 25/17). A ponta Ellen foi eleita a melhor da partida recebendo o troféu Viva Vôlei.

Com o time completo, Rio do Sul foi para cima buscando o resultado. Mesmo com um elenco preparado para brigar pelas primeiras posições no campeonato, o Dentil/Praia Clube não teve vida fácil no início de jogo e só abriu pontuação maior na etapa final, fazendo com que Rio do Sul tivesse problemas na tentativa da virada.

Sem se entregar, Rio do Sul continuou buscando reduzir a quantidade de erros que tanto incomodou no jogo passado, o que é muito necessário para enfrentar um plantel tão qualificado quanto o do time mineiro. O segundo set foi bastante equilibrado, mas sempre com o Praia Clube à frente ou pontuação empatada, e todos os esforços acabaram esbarrando em nova vitória na parcial das mineiras.

O desequilíbrio aos poucos ficou evidente no terceiro set, com o time de Uberlândia abrindo vantagem no placar e sem ser incomodado por Rio do Sul. A reação catarinense esbarrava no contra-ataque do Praia, que vinha com o time bastante agressivo nas jogadas de ataque.

TÉCNICO AVALIA A ATUAÇÃO


O técnico Fernando Bonatto comentou que time rio-sulense conseguiu dar equilíbrio ao jogo no saque e no bloqueio, mas que alguns erros nos contra-ataques e o poder ofensivo do Praia Clube fizeram toda a diferença. “No último set mudei a equipe para entrar com outra característica, porém não conseguimos diminuir alguns erros”, comentou o treinador.

Já a central Camila Paracatu avalia que a equipe adversária teve um bom volume de jogo e “não soubemos sair da dificuldade. Jogar contra o Praia Clube é difícil e não soubemos sair da situação em que estávamos atrás do placar. Méritos pra elas também, pois souberam neutralizar nosso time”.

PRÓXIMO DESTINO: LAGES

Após a partida contra o Dentil/Praia Clube (MG), Rio do Sul se concentrará novamente para um jogo em seus domínios. Não será exatamente no ginásio Artenir Werner em Rio do Sul, onde o torcedor está acostumado a apreciar o voleibol nacional. Mas sim na cidade de Lages, na região serrana de Santa Catarina, onde o ginásio Jones Minosso tem capacidade para cinco mil pessoas e a expectativa de público contra o Rexona-Sesc (RJ), do técnico Bernardinho é bastante grande.

Os ingressos na cidade de Lages já estão à venda por R$ 25. Os pontos de venda são a Academia Winner, Marka Sport, Flex Academia, Allong Sport, Loja Ki Bola Centro e Coral e a Loja Honolulu. Em Rio do Sul, os ingressos já estão sendo vendidos no Açougue Scoz e na Vida Ativa, também por R$ 25. As vendas pela internet já estão sendo feitas no www.voleiriodosul.com.br/loja com número limitado. Se disponíveis, na hora do jogo, a entrada no Jones Minosso custará R$ 30.

Fonte: Clóvis Cuco/Assessoria de Imprensa Vôlei Rio do Sul

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade