publicidade

Definidas as prioridades da FMD Rio do Sul para 2017


Investimentos e projetos estão concentrados em seis pontos


Escrito em 24/01/2017


As primeiras semanas de 2017 foram de muito trabalho na Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul. Nos primeiros dias do ano a nova equipe administrativa da Fundação realizou o planejamento da temporada e definiu algumas prioridades. Nesta temporada os investimentos e projetos estão concentrados em seis pontos, são eles: valorizar os atletas de rendimento da cidade, investir nas categorias de base, fortalecer o esporte nos bairros, melhorar a estrutura das modalidades, contribuir com os técnicos na busca de recursos e patrocínios e voltar a planejar as disputas dos campeonatos municipais de futsal e futebol de campo.

De acordo com o superintendente da FMD, Jeberton Fermino, nos primeiros dias do ano foi necessário à realização de um estudo completo do orçamento da Fundação, que possibilitou o planejamento das ações. “Temos que gerir custos e saber onde realizar os investimentos, não podemos gastar recurso público em técnico, modalidade e ações que não tem retorno para o nosso esporte. Estamos iniciando uma gestão com essa visão de austeridades nos custeios, mas em contrapartida seremos muito parceiro das modalidades no que for necessário”, disse.

Em 2017 o orçamento da FMD também é menor. São R$ 20 mil por mês a menos, o que totaliza R$ 200 mil ao fim da temporada. Mesmo sem esse montante, Fermino explicou que há outras formas de buscar esses recursos. “Não podemos ficar de braços cruzados. Temos ciência que a crise está afetando as prefeituras e nós estamos em um momento de ajustes, então precisamos usar nossa criatividade e encontrar soluções”, comentou.

O superintendente lembrou que os técnicos e dirigentes da Fundação terão apoio do escritório de projetos da prefeitura para buscar valores, lembrando o que já havia comentado o prefeito José Thomé em reunião com os representantes das modalidades na última semana.  “Vamos trabalhar forte na busca de recursos estaduais e federais. Outra proposta é ir às empresas buscar patrocínios, mostrando a importância que o esporte tem em Rio do Sul. Dessa forma tenho certeza que iremos contemplar todas as modalidades”.

Outra mudança significativa neste ano será o investimento em atletas de rendimento. Competidores de outras cidades não serão contratados pela FMD, que optou por valorizar os atletas que treinam em Rio do Sul.

Categorias de base e esporte nos bairros


Concentrar investimentos nas categorias menores é o maior projeto da Fundação para os próximos anos. A ideia é que a partir das escolinhas de base nos bairros, novos talentos possam ser revelados. “Como poder público temos a responsabilidade de oferecer mais escolinhas, abrir mais polos de revelação de talentos e fortalecer o esporte na base. Queremos aproximar as crianças do esporte novamente”, ressaltou Fermino.

O prefeito José Thomé também ressaltou a importância de levar as escolinhas para os bairros. “Vamos dar oportunidades. Temos esse propósito de investir na base e nos bairros, levar o esporte até pessoas. É fundamental esse trabalho agora visando à saúde, o bem-estar e o exercício da cidadania da nossa população para os próximos anos”.

Campeonatos municipais


Para 2017 a Fundação pretende voltar a realizar os campeonatos municipais. A proposta é buscar parcerias com a iniciativa privada para custear as disputas do municipal de futsal e futebol de campo. O tradicional campeonato municipal de bocha também deve ser realizado no mesmo formato dos últimos anos. “Os jogadores e os times de Rio do Sul sentem falta de uma competição dentro da nossa cidade, então vamos buscar formas de estar realizando novamente essas disputas que são fundamentais para a integração esportiva”, finalizou Fermino.

Fonte: Arthur Hoffmann/Departamento de Comunicação FMD Rio do Sul

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade