publicidade

Juniores do Atlético vencem e juvenil perde em Brusque


O próximo e último compromisso dos ibiramenses, ainda sem data definida, será diante da Chapecoense


Escrito em 20/09/2014


Mesmo com três jogadores promovidos da equipe juvenil e dos desfalques por contusão, os juniores do Atlético Hermann Aichinger venceram ao Brusque, na sexta-feira, fora de casa, por 2 a 0. Além do ala Bocão, do zagueiro Lucas e do meia Biel, que começaram como titular, o técnico Jersinho Testoni utilizou Marcelo Prada, Raylander, João Vítor, Cairo e Medeiros. O Sub-17 com sete desfalques perdeu por 3 a 1. O próximo compromisso dos ibiramenses, ainda sem data definida, será diante da Chapecoense, no encerramento do Campeonato Catarinense das duas categorias.

Os substitutos de Bruno, Edson e Pichú, que foram profissionalizados e emprestados ao Atlético de Tubarão, não comprometeram. O único que já tinha jogado durante 90 minutos, inclusive marcado um gol contra o Criciúma, foi Lucas. Bocão entrou no decorrer de uma partida, enquanto Biel fez a sua estreia nos juniores. Os ibiramenses dominaram nos dois tempos. O primeiro gol foi marcado por Léo Sorriso cobrando pênalti aos 15min na fase inicial. Na etapa complementar o Atlético perdeu diversas oportunidades e só ampliou com Bismarck aos 23. Jersinho pretende dar nova oportunidade na partida diante da Chapecoense até para avaliar os jogadores que em 2015 serão promovidos para o Sub-20 .

O time juvenil mesmo com as ausências dos titulares esteve bem, mas esbarrou no problema da falta de objetividade nos chutes a gol. O Brusque saiu na frente aos 4min da etapa complementar com Rafael e ampliou aos 15 com Felipe. Com a desvantagem no marcador e insatisfeito com o desempenho de alguns jogadores, o técnico Fábio Beninca fez três alterações. O time reagiu e descontou aos 28 com Isaque. Quando estava próximo do empate a equipe de Ibirama sofreu o terceiro gol aos 32 com Denner. Beninca observou que além das falhas nos dois gols, novamente o problema foi a falta de objetividade. O Atlético o segundo pior ataque do Sub-17 com apenas 10 gols marcados.
 

Fonte: Orlando Pereira/Assessoria de Imprensa CAHA

Veja as fotos:

Bismark (uniforme amarelo) foi o autor do segundo gol (Foto: Orlando Pereira/CAHA) Bocão (c) e Lucas (d) jogaram na equipe júnior Giovani leva vantagem sobre seu marcador Léo Sorriso (C) marcou primeiro gol  O juvenil de Robson (d) perdeu por 3 a 1

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade