publicidade

Atlético-Ib domina, mas perde com gol no final


Equipe grená agora entra na última semana para a estreia no Estadual


Escrito em 25/01/2015


O Atlético Hermann Aichinger teve uma atuação perfeita apesar da derrota para o Rio Branco por 1 a 0 em jogo-treino realizado no sábado à tarde (24), em Paranaguá (PR). O time de Ibirama poderia ter definido a partida na primeira etapa, com seis chances claras de gol. O goleiro Ney não fez nenhuma defesa importante. Na etapa complementar, Fernando Henrique evitou dois gols certos da equipe paranaense. O único gol foi marcado por James Gago aos 41min do segundo em cobrança de pênalti. Antes, o atacante Pichú foi derrubado na área, mas a arbitragem nada marcou.

O técnico Sílvio Criciúma observou que o seu time está evoluindo a cada partida. “Em Erechim, contra o Ypiranga, fomos melhor do que em Pouso Redondo e diante do Rio Branco atingimos um nível quase que perfeito”. “Claro que com o Figueirense, um adversário mais qualificado, a situação será completamente diferente”. A partir de segunda-feira (26) o treinador começa a fazer os ajustes finais na equipe que estreia no Campeonato Catarinense da Série A, no próximo domingo, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Durante os treinamentos e também nos três-jogos-treino Sílvio Criciúma aproveitou para testar vários esquemas. “A partir de agora começa a escolha dos nomes dos titulares, que serão anunciados apenas no sábado”. Ele observou que o meia Elivélton e o atacante Thiago Santana entraram muito bem no jogo. Ele depende muito da liberação de jogadores que estão no Departamento Médico, como Aelson, Ramon e Denílson Alves. Também do grupo que chegou só em janeiro.

O treinador fez três alterações em relação ao time que venceu o jogo-treino com o Ypiranga (RS) por 2 a 0. Bruno Mazzuchello entrou no lugar de Carioca, que está lesionado, até mesmo porque a sua posição de origem é volante. Kássio começou no lugar de Ramon, enquanto Cassiano Bodini jogou na frente com Adriano e Abner. O Atlético começou com: Ney (Fernando Henrique); Rodrigo Vareta, Alemão, Mateus e Cappa; Bruno Mazzuchello (Edinho), Kássio (Rodrigo Couto) e Diego Miranda; Cassiano Bodini (Thiago Santana), Adriano (Pichú) e Abner (Elivélton).
 

Fonte: Orlando Pereira/Assessoria de Imprensa CAHA

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade